Bunner1Banner3Banner2

Estórias Escolas de Formação

 

A 3ª Tertúlia, organizada pela SPEF e pelo CNAPEF,  foi designada "Estórias das Escolas de Formação em Educação Física e Desporto",  e realizou-se em 06-02-2015 na Faculdade de Motricidade Humana.

 

Teve como principais intervenientes e dinamizadores os professores António Paula Brito e Carlos Neto, devidamente moderados pelo professor António Rodrigues.

 

 

 

Se, por acaso, não teve oportunidade de ter estado presente nesta Tertúlia ou a pretende revisitar consulte estes 3 vídeos que retratam este momento.

 

 

 

 

 

 

 

António José Ramos de Paula Brito

 

 

Tirou o curso de Educação Física no Instituto Nacional de Educação Física (INEF), posteriormente ISEF e atualmente Faculdade de Motricidade Humana (FMH). Mais tarde frequentou o curso de Psicologia no Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA) entre 1965 e 1970. O seu gosto pela Psicologia levou-o a Bruxelas onde tirou o curso de Psicologia Profissional e na mesma Universidade o doutoramento em Educação Física na especialidade de Psicologia das Atividades Físicas. Em 1990 efetivou a agregação em Psicologia do Desporto na Universidade Técnica de Lisboa.

A sua atividade profissional iniciou-se como professor de ginástica, tendo desempenhado essas funções no Lisboa Ginásio Clube, Ginásio Clube Português, Sport Algés e Dafundo e FNAT (hoje INATEL). Foi treinador de atletismo obtendo os títulos nacionais da segunda e primeira divisões. A partir de 1962, começou a lecionar Psicologia no INEF, ISEF e atual Faculdade de Motricidade Humana, sendo, também, um dos oradores convidados na Pós-Graduação de Psicologia do Desporto do ISPA.

Para muitos considerado o “Pai” da Psicologia do Desporto em Portugal, foi um dos principais introdutores desta disciplina no nosso País, tendo estado na fundação da Sociedade Internacional de Psicologia do Desporto (ISSP) e da Federação Europeia de Psicologia do Desporto (FEPSAC) nas quais representou Portugal. Pertenceu ao grupo fundador da Sociedade Portuguesa de Psicologia do Desporto, tendo sido o seu primeiro presidente. Introduziu o ensino da psicologia do desporto nas universidades portuguesas assim como a investigação nessa área. Teve igual ação na Direcção Geral dos Desportos, com reflexo no desporto federado. Foi o primeiro psicólogo a trabalhar em Portugal com atletas e equipas a nível mundial e olímpico. Começou nos campeonatos mundiais de Vela-Vaurien (1973), campeonatos europeus, mundiais e preparação olímpica das federações Portuguesas de Judo e de Ginástica Rítmica Desportiva, campeonatos mundiais B de andebol, acompanhamento de atletas de nível mundial e olímpico (atletismo), ténis, futebol (primeira divisão) e body-board (nível europeu e mundial). Criou, na Universidade Técnica de Lisboa -ISEF/FMH (1978) o Laboratório de Psicologia do Desporto destinado à investigação, ao ensino e ao apoio a atletas, federações, associações e clubes, assim como à colaboração com o Comité Olímpico. Trabalhou ainda a nível do ensino de investigação com todas as universidades portuguesas. Participou intensamente na formação de diversos graus de treinadores.

Publicou mais de duas centenas de trabalhos de investigação, comunicações em congressos, artigos técnicos, textos pedagógicos, artigos em revistas e livros, nas áreas da psicologia do desporto, educação física e observação sistemática do comportamento, de que destacamos a Observação direta e sistemática do comportamento. Colaborou em numerosas revistas nacionais e internacionais a nível de redação e direção.

Exerceu funções diretivas e de gestão no INEF/ISEF/FMH, foi vice-presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, presidente da Sociedade Portuguesa de Educação Física (Sócio nº1) e membro de numerosas sociedades internacionais.

Como distinções recebeu o Prémio Pfizzer de investigação da Sociedade Portuguesa de Ciências Médicas, a medalha de honra da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) e a medalha de mérito desportivo do Estado Português. É vice-presidente honorário da Sociedade Sul-americana de Psicologia do Desporto, Entrenador honorário da Escuela Nacional de Entrenadores de Espanha e presidente honorário da Sociedade Portuguesa de Psicologia do Desporto. A Faculdade de Motricidade Humana atribuiu o seu nome ao Laboratório de Psicologia do Desporto.

 

Carlos Alberto Ferreira Neto

 

 

É Professor Catedrático na Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade de Lisboa (UL). Presidente da FMH (2010-2014)  faz atualmente parte do Departamento de Desporto e Saúde e é Membro efetivo do Conselho de Escola da FMH.

Instrutor de Educação Física (1971) pela Escola de Educação Física de Lisboa; Licenciado em Educação Física (1975) pelo Instituto Nacional de Educação Física, foi professor no Instituto Superior de Educação Física (1976 até 1984) e é atualmente docente da Faculdade de Motricidade Humana desde 1985.

Leciona as disciplinas de Desenvolvimento Motor nos diferentes cursos de licenciatura de Ciências do Desporto, da disciplina de Observação do Desenvolvimento Infantil na Licenciatura em Reabilitação Psicomotora e da Disciplina de Educação Física I no Mestrado em Ensino da Educação Física. É coordenador do Mestrado em Desenvolvimento da Criança.

Desempenhou ainda vários cargos de gestão no ISEF e FMH: Vice-presidente do Conselho Diretivo; Presidente do Conselho Pedagógico; Presidente do Conselho Científico (2 mandatos); Presidente da Assembleia de Representantes (3 mandatos) e Presidente do laboratório de Desenvolvimento e Adaptação Motora e Presidente do departamento de Ciências da Motricidade.

Foi fundador da Sociedade de Educação Física, membro de diversas revistas científicas e tem publicado vários trabalhos em revistas científicas, capítulos de livros e participado em diversos seminários, congressos e ações de formação sobre Educação Física e desporto, desenvolvimento motor e ensino da educação física nos primeiros níveis de escolaridade e jogo e desenvolvimento da criança.

As principais linhas de investigação situam-se no estudo do desenvolvimento de habilidades motoras e efeitos de situações de ensino (1); jogo e desenvolvimento da criança (2); rotinas de vida e independência de mobilidade em crianças e jovens (3) e “Bullying” nos recreios escolares (recess) (4).

Foi membro do Conselho Coordenador do Instituto de Apoio à Criança, tendo participado na criação e coordenação do Grupo de Actividade Lúdica. Foi fundador e presidente da Sociedade Internacional para Estudos da Criança (SIEC), e é representante Português da “International Play Association (IPA)  Organizou em Lisboa (1999) a “XIV IPA World Conference” (Play and Community), em 1997 o “20th International Congress ” (Play and Society) do ICCP (International Council of Children´s Play) e em 2008 a 4th International Conference of Violence in School.

Foi coordenador (1998-2003) da equipa de Lisboa (FMH) no projecto internacional, “TMR Network Project – Nature and Prevention of Bullying: the causes and nature of bullying and social exclusion in schools, and ways of preventing them”.

 Nos últimos anos tem realizado vários projectos de Cooperação com os Países de Língua Portuguesa na área da formação graduada e pós-graduada. Lecciona em vários Mestrados na FMH e em Universidade Brasileiras sobre a Criança e o Jogo, Desenvolvimento de Habilidades Motoras e a Criança e o Desporto.

É autor dos livros “Jogo e Desenvolvimento da Criança”, “Motricidade e Jogo na Infância”e Tópicos em desenvolvimento na Infância e adolescência”.

 

António José Mendes Rodrigues 

 

 

Professor Auxiliar, Doutorado em Ciências da Educação. Mestre em Ciências da Educação. Licenciado em Educação Física. Coordenador Adjunto Mestrado Ensino da Educação Física. Desde o ano 2000 que leciona na Faculdade de Motricidade Humana disciplinas de licenciatura, mestrado e doutoramento que têm como objeto de análise o desenvolvimento dos sistemas de ensino, o estudo das organizações escolares e dos seus atores (em particular professores e alunos), o desenvolvimento de projetos de intervenção na comunidade escolar, a investigação educacional e a supervisão pedagógica de atividades dos estágio pedagógico. Foi consultor científico e formador em projetos de intervenção na população juvenil escolarizada e coordenador de projetos de intervenção com jovens institucionalizados. Esteve ligado ao ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário durante 10 anos, período durante o qual também esteve ligado à formação dos atores escolares no âmbito da promoção e educação para a saúde em meio escolar.

 

 

Socieadade Portuguesa de Educação Física - 2014